Quem Somos

Fundado no ano de 1992, o Instituto ECOAR para a Cidadania é uma OSCIP, organização da sociedade civil de interesse público, sediada na cidade de São Paulo e formada por profissionais, estudiosos e ambientalistas que se reuniram logo após a Conferência das Nações Unidas para o Meio Ambiente e Desenvolvimento (ECO-92) e o Fórum Global 92, para atuar em questões ambientais emergentes, contribuir com a construção de sociedades sustentáveis e influenciar políticas públicas socioambientalmente corretas.

Um dos criadores do Tratado de Educação Ambiental para Sociedades Sustentáveis e Responsabilidade Global, documento referência para educadores e educadoras em todo o mundo, o Ecoar, ao longo dos anos, vem aprofundando pesquisas e estudos em práticas de educação para sustentabilidade que promovam a disseminação de conhecimentos, valores, atitudes, comportamentos e habilidades que contribuam para a sobrevivência de todas as espécies e sistemas naturais do planeta, para a eqüidade social e emancipação humana.

O Ecoar atua em regiões metropolitanas, periurbanas e rurais, elabora e implementa programas e projetos de educação para sustentabilidade, de mitigação do aquecimento global, de adaptação as mudança climáticas,  de gestão compartilhada de áreas densamente urbanizadas, de unidades de conservação, de parques e demais áreas de propriedade e/ou uso público, gerenciamento participativo de bacias hidrográficas, de elaboração de Agenda 21 local, de criação e animação de redes, de minimização e gerenciamento de resíduos e cursos de capacitação em temas ambientais contemporâneos.

Desde 1997, o Ecoar tem se dedicado a estudar o fenômeno do Aquecimento Global e das Mudanças Climáticas e suas conseqüências sobre a manutenção da vida, com qualidade, no Planeta. Criou diversos programas de public awareness, com o objetivo de sensibilizar, informar, formar os indivíduos e as comunidades para mudanças de práticas e hábitos cotidianos que possam mitigar a emissão de gases de efeito estufa.

O Ecoar também se destaca na questão da formação e animação de redes, tendo sido fundador e coordenador da Rede Brasileira de Educação Ambiental – REBEA e membro de diversas outras redes, como a Rede Mata Atlântica, A Reserva da Biosfera, a CAN - Rede Mundial do Clima, etc.

A equipe de educadores do Ecoar tem criado e elaborado material institucional e instrucional, considerados referências nas esferas ambientalistas, tais como vídeos, livros, cartilhas, agendas, jogos.

Buscando cada vez mais a transparência e sustentabilidade de suas atividades, em 2008 o ECOAR aderiu às diretrizes da Global Report Initiative (GRI) em seu processo de gestão.

Em dezembro de 2009, durante a COP 15, em Copenhagen, o Ecoar juntamente com a Universidade de York, do Canadá, lançou o Portal de Justiça Climática Global, com foco na adaptação das comunidades vulneráveis de todo o mundo às conseqüências das mudanças climáticas.

Em 2010, o Ecoar inova mais uma vez e lança o primeiro projeto de mensuração, redução e neutralização da emissão de gases de efeito estufa de um time de futebol brasileiro e de educação ambiental dos times e das torcidas. Trata-se do projeto Jogando pelo Meio Ambiente, que envolveu os times paulistas, Corinthians e Palmeiras com o mote “adversários no campo, unidos pelo meio ambiente”.

Em sua trajetória internacional o Ecoar representa a sociedade civil brasileira no Conselho Diretor do Centro de Saberes e Cuidados Socioambientais da Bacia do Prata, posto este conquistado graças sua proposição de ser um espaço de reflexão e construção e difusão de novas metodologias, novos conceitos, novas tecnologias. O Ecoar, assim como o Centro de Saberes e Cuidados sempre se dispôs a ser um espaço de diálogos, de encontros entre os múltiplos saberes e fazeres, uma comunidade de aprendizagem e difusão dos princípios e valores da Educação Ambiental para Sustentabilidade, acrescidos de cientificidade e eficiência.

O amadurecimento e consolidação dos trabalhos do ECOAR geram constantemente material institucional e instrucional, considerados referência no setor de educação para a sustentabilidade.