Alfabetização Ecológica desperta grande interesse em ambientalistas e educadores paulistas

14/03/2005

Aproximadamente 350 pessoas estiveram presentes no Seminário sobre Alfabetização Ecológica, organizado pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente, por meio da CPLEA, no dia 10 de março, das 9h às 17h, no Parque da Água Branca - São Paulo.


Miriam Duailibi, abriu o evento para um auditório repleto em sua carga máxima, às 9h00, com a palestra "Educando para Sociedades Sustentáveis". Ao longo de 1h, Duailibi apresentou a base teórica e prática do processo de Alfabetização Ecológica. Utilizou o exemplo do Centro de Alfabetização Ecológica de Berkeley - EUA , o precursor da AE no mundo, e parceiro do Instituto Ecoar.


Ainda na parte da manhã, Ellen Regina Mayhé Nunes, professora da PUC-RS, palestrou sobre ‘alfabetização ecológica para sustentabilidade’. Destacou que é importante entender como funciona a natureza, mas não de forma ingênua, uma vez que, as relações sociais, políticas e econômicas dependem da natureza de forma direta ou indireta. Nunes aproveitou o momento para divulgar seu mais recente livro sobre Alfabetização Ecológica.

No período da tarde, Nara Luz Chierighini Salamunes, superintendente da Secretaria Municipal de Educação de Curitiba/PR, discursou sobre o Programa de Alfabetização Ecológico direcionado às escolas da rede municipal. Até o final do ano passado, mais de 80 instituições de ensino participavam do programa. Salamunes destacou que foram realizados diversos trabalhos, entre eles confecção de brinquedos feito com bambu, pinturas com tintas naturais,
atividades teóricas e práticas sobre conforto ambiental e paisagismo sustentável, entre muitos outros.

A professora Ellen Regina Mayhé Nunes, voltou ao palco, para apresentar a experiência da escola rural – EEEF São Jorge -, localizada no povoado de Sérvia – RS. Nunes ressaltou duas experiências realizadas pela escola, a ‘Floresta Demonstrativa’ voltada à geração de trabalho e renda, com o plantio de espécies florestais nativas e exóticas, e o ‘Arboreto’ um museu de árvores vivas.

Lara Lutzemberger, presidente da Fundação Gaia, finalizou o evento com a palestra ‘Ecologia e o trabalho da Fundação Gaia’. Apresentou as diversas atividades realizadas pela fundação que tem como base a Alfabetização Ecológica, entre elas destacou, a fazenda gerida pela instituição, e que recebe grupos para atividades diversas.

As apresentações em powerpoint elaboradas pelas palestrantes do evento, e artigos sobre Alfabetização Ecológica estão disponíveis no site da Secretaria Estadual do Meio Ambiente



Outras notícias:

19/12/2018
CAIXA POSTAL ECOAR
ENDEREÇO PARA CORRESPONDÊNCIAS PARA O ECOAR: CAIXA POSTAL 79626 - CEP.: 03064-970

30/11/2018
Instituto Ecoar colabora com o programa de sustentabilidade da Rio Tinto
A presidente do Ecoar, Miriam Duailibi, a convite da Rio Tinto, vem trabalhando presencialmente com a equipe do escritório de São Paulo e remotamente com a equipe de São Luís, questões relevantes para a sustentabilidade.

01/10/2018
Entrevista Miriam Duailibi TV Aparecida
Acesse o link e assista e entrevista.

26/09/2018
Observatório da Governança das Águas - OGA
Acesse e conheça o OGA. O INSTITUTO ECOAR FAZ PARTE DESSE OBSERVATÓRIO TÃO IMPORTANTE NO TEMA.

26/09/2018
MUDANÇAS CLIMÁTICAS - Notícias
Para saber mais sobre as mudanças climáticas em curso, clique no link do material elaborado pelo Instituto ClimaInfo ( www.climainfo.org.br ), organização na qual a presidente do Ecoar participa como conselheira.

18/09/2018
Guias de EA da ESEC Caetés e RVS Gurjaú
Elaborados os Guias de Educação Ambiental da Estação Ecológica de Caetés e do Refúgio da Vida Silvestre Matas do Gurjaú.

17/09/2018
REGULAMENTO DE COMPRAS E CONTRATAÇÕES DO INSTITUTO ECOAR PARA A CIDADANIA
Com base no MROSC, desde 2017 o Ecoar instituiu o Regulamento Interno de Compras e Contratações. Acesse o link.

13/07/2018
Exposições Fotográficas Itinerantes PE
Ecoar realiza exposições fotográficas sobre Unidades de Conservação em Pernambuco

14/03/2018
Fórum Mundial da Água e Fórum Alternativo Mundial da Água
O Instituto Ecoar que compreende a água como direito e não mercadoria, estará participando ativamente do Fórum Mundial da Água que acontecerá em Brasília de 18 a 22 de março, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães e também do Fórum Alternativo Mundial da Água – FAMA, que terá lugar na Universidade de Brasília de 17 a 22 de março e da Vila Cidadã no estádio Mané Garrincha. Acompanhe nossa agenda

30/01/2018
ECOAR, SENAES e REDE VERDE SUSTENTÁVEL
Conheça o projeto Fortalecer e Organizar os Catadores da Região Metropolitana de São Paulo. Clique aqui para visitar o site do projeto!



Veja todas as notícias