FNMA capacita mais de 150 executores de projetos

18/08/2006

O Fundo Nacional do Meio Ambiente realizou um grande evento com os Executores de projetos em Brasília. Lila Santos - Técnica Sênior, e Amanndha Pina - Responsável Financeira, representando o Instituto Ecoar para a Cidadania, participaram da Capacitação pelo edital de Fortalecimento da Gestão Participativa em Unidades de Conservação de Uso Sustentável com o Projeto "Gestão Compartilhada da Flona de Capão Bonito.

Ao participar da abertura do encontro, o diretor do FNMA, Dr. Elias de Paula Araújo, destacou que a iniciativa tem o objetivo de orientar as instituições a utilizar os recursos públicos dos convênios e compartilhar experiências bem-sucedidas. Comentou que com a capacitação, o FNMA pretende garantir a qualidade dos projetos e replicar os exemplos para outros no futuro, por meio das boas práticas que serão apresentadas durante o encontro. Segundo o diretor, para a execução dos projetos, o FNMA segue corretamente as regras da administração pública. "O curso dará oportunidade aos participantes de conhecerem essas regras. A qualidade dos projetos é também a qualidade da execução financeira dos mesmos", ressaltou.

O evento foi um momento único, uma vez que realizado em parceria com diversas Secretarias, Diretorias do MMA e de outros Ministérios. Estiveram presentes Dr. Elias de Paula Araújo, Diretor do FNMA, Dr. Rudolf de Noronha, Secretaria de Qualidade Ambiental, Dr. Marcos Sorrentino, Diretor do Programa Nacional de EA/MMA, Benny Schasberg, Depto Planejamento Urbano/Ministério das Cidades, Rachel Trajber, Diretora do Ministério da Educação, Sr. Rogério Bigio, Gerente do Programa de Apoio ao Sistema de Recursos Hídricos da Secretaria de RH/MMA, entre outros grandes nomes.


Sorrentino comentou que o evento serviu para podermos discutir melhor a dimensão e profundidade da Educação Ambiental. "As estratégias educadoras não podem ser pontuais e sim permanentes", disse.

Rachel Trajber exaltou a temática coletivos educadores argumentando que embora inibida, a educação ambiental vem apresentado contribuições fundamentais para as ações das secretarias e ministérios e que esta é uma decisão que necessita de uma maior inserção nas ações a serem desenvolvidas pelos ministérios. A Educação ambiental precisa ser um tema transversal nas ações de todo o governo.


Nos dias 8 e 9 de agosto foram apresentadas as técnicas para a prestação de contas do projeto que teve módulos teóricos e práticos e serviu como aprimoramento para a execução do mesmo. As alterações referentes a ofícios e critérios para divulgação e publicações também foram apresentadas.


O quarto dia de capacitação contou com a apresentação e troca de experiências entre os representantes dos projetos. No grupo Unidades de Conservação os técnicos do Fundo reforçaram a importância do detalhamento nos relatórios parciais e final. Também agendaram com cada projeto uma monitoria que no caso do Ecoar ocorrerá durante o mês de setembro de 2006 (a ser confirmada).

FNMA capacita mais de 150 executores de projetos

Começou na segunda-feira (7/8/06), em Brasília, a capacitação para executores dos projetos aprovados pelo Fundo Nacional do Meio Ambiente (FNMA). Participaram do evento mais de 150 representantes de instituições públicas e privadas que vão acessar os recursos que somam R$ 20 milhões.

Os recursos repassados pelo FNMA serão aplicados em projetos voltados para educação ambiental, apoio a organizações de catadores de resíduos sólidos, prevenção a emergências ambientais com produtos químicos, unidades de conservação, manejo de animais ameaçados, agendas 21 locais, extensão florestal e rural para o Cerrado e a Caatinga, recuperação de nascentes e fortalecimento institucional de municípios da BR-163.

São 74 convênios assinados entre o FNMA e as entidades, entre prefeituras, ONGs, associações, universidades, órgãos públicos e cooperativas de todas as regiões do país. O prazo para execução desses projetos varia entre 2007 e 2008. A maior parte das instituições conveniadas está localizada na região Norte, 32%; 23% no Sudeste; 19% no Nordeste; 19% no Centro-Oeste e 7% no Sul.

As ações apoiadas pelo FNMA que resultaram nos convênios foram responsáveis também pela parceria com cinco secretarias do Ministério do Meio Ambiente, 11 ministérios do governo federal e a Agência Nacional de Águas. A capacitação seguiu até o dia 12 na Academia de Tênis Resort.

Apoio



Outras notícias:

19/12/2018
CAIXA POSTAL ECOAR
ENDEREÇO PARA CORRESPONDÊNCIAS PARA O ECOAR: CAIXA POSTAL 79626 - CEP.: 03064-970

30/11/2018
Instituto Ecoar colabora com o programa de sustentabilidade da Rio Tinto
A presidente do Ecoar, Miriam Duailibi, a convite da Rio Tinto, vem trabalhando presencialmente com a equipe do escritório de São Paulo e remotamente com a equipe de São Luís, questões relevantes para a sustentabilidade.

01/10/2018
Entrevista Miriam Duailibi TV Aparecida
Acesse o link e assista e entrevista.

26/09/2018
Observatório da Governança das Águas - OGA
Acesse e conheça o OGA. O INSTITUTO ECOAR FAZ PARTE DESSE OBSERVATÓRIO TÃO IMPORTANTE NO TEMA.

26/09/2018
MUDANÇAS CLIMÁTICAS - Notícias
Para saber mais sobre as mudanças climáticas em curso, clique no link do material elaborado pelo Instituto ClimaInfo ( www.climainfo.org.br ), organização na qual a presidente do Ecoar participa como conselheira.

18/09/2018
Guias de EA da ESEC Caetés e RVS Gurjaú
Elaborados os Guias de Educação Ambiental da Estação Ecológica de Caetés e do Refúgio da Vida Silvestre Matas do Gurjaú.

17/09/2018
REGULAMENTO DE COMPRAS E CONTRATAÇÕES DO INSTITUTO ECOAR PARA A CIDADANIA
Com base no MROSC, desde 2017 o Ecoar instituiu o Regulamento Interno de Compras e Contratações. Acesse o link.

13/07/2018
Exposições Fotográficas Itinerantes PE
Ecoar realiza exposições fotográficas sobre Unidades de Conservação em Pernambuco

14/03/2018
Fórum Mundial da Água e Fórum Alternativo Mundial da Água
O Instituto Ecoar que compreende a água como direito e não mercadoria, estará participando ativamente do Fórum Mundial da Água que acontecerá em Brasília de 18 a 22 de março, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães e também do Fórum Alternativo Mundial da Água – FAMA, que terá lugar na Universidade de Brasília de 17 a 22 de março e da Vila Cidadã no estádio Mané Garrincha. Acompanhe nossa agenda

30/01/2018
ECOAR, SENAES e REDE VERDE SUSTENTÁVEL
Conheça o projeto Fortalecer e Organizar os Catadores da Região Metropolitana de São Paulo. Clique aqui para visitar o site do projeto!



Veja todas as notícias