Construção Civil debate Sustentabilidade

06/10/2008

Para conscientizar o setor da construção civil da necessidade de evitar a degradação da natureza, a ADVB-DF promove uma palestra com a ambientalista Miriam Duailibi.


Miriam Duailibi, especialista em educação para sustentabilidade e presidente do Instituto Ecoar, proferiu palestra em almoço da Associação dos Dirigentes de Venda e Marketing do Brasil (ADVB-DF), com o objetivo de conscientizar as pessoas e as empresas da construção civil, na sexta-feira (03), com o tema Sustentabilidade na Indústria da Construção Civil, um Passaporte para o Século XXI. Estiveram presentes construtoras como a Lopes Royal e JC Gontijo. Também se fizeram presentes o vice governador Paulo Octávio e representantes do Sinduscon e da Ademi.

Segundo Miriam, sustentabilidade é um grande tema do século XXI.

O principal objetivo da palestra é a preparação de líderes do setor imobiliário e da construção civil para as mudanças e desafios do mercado que assumem o discurso de desenvolvimento sustentável através da elucidação de conceitos indispensáveis para as práticas comerciais e administrativas dos profissionais do setor. “Essa palestra mostra que as pessoas precisam ter princípios de sustentabilidade e aplicar o mais rápido possível. As pessoas precisam mudar suas práticas de produção, consumo, descarte”, diz Miriam.

Todos os setores produtivos causam impactos ambientais, mas a construção civil tem grande peso e contribui de maneira significativa para o aquecimento global. O setor tem crescido muito e por isso é cada vez mais importante que a consciência ambiental seja discutida, levando em conta o futuro da existência humana e a qualidade de vida. “A construção civil é de extrema importância para as pessoas e não pode ficar fora do esforço sustentável do país. Por isso é importante que as construtoras e os profissionais da área se adaptem e busquem soluções para realizar projetos ecologicamente corretos”, disse a especialista.

O mundo enfrenta problemas com aquecimento global, comprometimento dos estoques de água doce, destruição da biodiversidade, desflorestamento, a chuva ácida, a contaminação dos solos e do lençol freático. Uma das formas de reverter esse quadro é por meio da educação de todos os setores da sociedade. “A sociedade consome muitos recursos naturais de forma ineficiente e com alto teor de desperdício tem sido enorme. Providências imediatas precisam ser tomadas como a reciclagem dos materiais da construção civil, observa Miriam. O setor é também responsável por grande parte do consumo de energia nas cidades que deve ser racionalizado com a adoção de novas práticas e tecnologias mais eficientes.

Outras notícias:

19/12/2018
CAIXA POSTAL ECOAR
ENDEREÇO PARA CORRESPONDÊNCIAS PARA O ECOAR: CAIXA POSTAL 79626 - CEP.: 03064-970

30/11/2018
Instituto Ecoar colabora com o programa de sustentabilidade da Rio Tinto
A presidente do Ecoar, Miriam Duailibi, a convite da Rio Tinto, vem trabalhando presencialmente com a equipe do escritório de São Paulo e remotamente com a equipe de São Luís, questões relevantes para a sustentabilidade.

01/10/2018
Entrevista Miriam Duailibi TV Aparecida
Acesse o link e assista e entrevista.

26/09/2018
Observatório da Governança das Águas - OGA
Acesse e conheça o OGA. O INSTITUTO ECOAR FAZ PARTE DESSE OBSERVATÓRIO TÃO IMPORTANTE NO TEMA.

26/09/2018
MUDANÇAS CLIMÁTICAS - Notícias
Para saber mais sobre as mudanças climáticas em curso, clique no link do material elaborado pelo Instituto ClimaInfo ( www.climainfo.org.br ), organização na qual a presidente do Ecoar participa como conselheira.

18/09/2018
Guias de EA da ESEC Caetés e RVS Gurjaú
Elaborados os Guias de Educação Ambiental da Estação Ecológica de Caetés e do Refúgio da Vida Silvestre Matas do Gurjaú.

17/09/2018
REGULAMENTO DE COMPRAS E CONTRATAÇÕES DO INSTITUTO ECOAR PARA A CIDADANIA
Com base no MROSC, desde 2017 o Ecoar instituiu o Regulamento Interno de Compras e Contratações. Acesse o link.

13/07/2018
Exposições Fotográficas Itinerantes PE
Ecoar realiza exposições fotográficas sobre Unidades de Conservação em Pernambuco

14/03/2018
Fórum Mundial da Água e Fórum Alternativo Mundial da Água
O Instituto Ecoar que compreende a água como direito e não mercadoria, estará participando ativamente do Fórum Mundial da Água que acontecerá em Brasília de 18 a 22 de março, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães e também do Fórum Alternativo Mundial da Água – FAMA, que terá lugar na Universidade de Brasília de 17 a 22 de março e da Vila Cidadã no estádio Mané Garrincha. Acompanhe nossa agenda

30/01/2018
ECOAR, SENAES e REDE VERDE SUSTENTÁVEL
Conheça o projeto Fortalecer e Organizar os Catadores da Região Metropolitana de São Paulo. Clique aqui para visitar o site do projeto!



Veja todas as notícias